156 Acesso àInformação

Programas em ação

Programas em ação

Bom Negócio se renova e ganha cursos de Startups e Programação

A Prefeitura e a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação atualizam o Bom Negócio, que está ganhando novas capacitações gratuitas. Além de reformular o curso de gestão empresarial, que passa a se chamar Empreendedor Bom Negócio, o programa do Vale do Pinhão vai oferecer os inéditos cursos de Startups e de Tecnologia, este último de […]

compartilhe
Programa do Vale do Pinhão vai oferecer os inéditos cursos de Startups e de Tecnologia, este último de formação de programadores.

A Prefeitura e a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação atualizam o Bom Negócio, que está ganhando novas capacitações gratuitas. Além de reformular o curso de gestão empresarial, que passa a se chamar Empreendedor Bom Negócio, o programa do Vale do Pinhão vai oferecer os inéditos cursos de Startups e de Tecnologia, este último de formação de programadores.

Outra novidade é que o Bom Negócio volta a ter aulas presenciais, suspensas nos últimos dois anos devido à pandemia

As inscrições para o Empreendedor Bom Negócio e Bom Negócio – Startups começam nesta sexta-feira (8/4) no portal do programa. Para o curso de programação, a inscrição inicia em maio.

Desde 2018, quando foi relançado pelo município, o Bom Negócio vem transformando o mindset (mentalidade) dos empreendedores de Curitiba que passaram a adotar uma nova cultura de negócios, voltada a gestões mais eficientes e forte presença digital. Agora, o programa também passa a dar suporte para que ideias inovadoras se transformem em startups de produtos e serviços de impacto, que mudem o dia a dia das pessoas.

“Com a retomada e aceleração econômica de nossa Curitiba, este é o momento para inovar, investir no projeto de uma startup e ingressar em uma carreira, a de programador, que tem mais oferta de vagas do que profissionais habilitados a trabalhar. Por isso, o Vale do Pinhão passa a oferecer novos cursos do Bom Negócio”, diz o prefeito Rafael Greca.

Mobilização

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, destaca que vários atores do ecossistema de inovação do Vale do Pinhão se mobilizaram para atualizar o Bom Negócio. “O processo de construção dos novos cursos envolveu Prefeitura, Agência Curitiba, universidades e entidades voltadas a educação empreendedora”, conta ela.

São parceiros da Prefeitura e Agência Curitiba na nova fase do Bom Negócio o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná (Sebrae-PR), o Instituto Superior de Administração e Economia (Isae/FGV), a Unicuritiba, a Uninter, a Universidade Positivo, a Faculdades Fiep e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Empreendedor Bom Negócio

Com a reformulação do conteúdo, o curso de gestão empresarial passa a se chamar Empreendedor Bom Negócio e terá uma carga horária de 128 horas de aulas gratuitas. Serão quatro módulos (Perfil Empreendedor, Estratégia e Processos, Marketing e Vendas e Finanças), divididos em 20 horas de videoaulas (EAD) e 108 horas de turmas presenciais. O aluno poderá se inscrever em todos os módulos ou fazer cada um deles, tendo direito a certificados. 

As aulas gravadas de cada módulo do Empreendedor Bom Negócio foram produzidas em parceria com o Sebrae Paraná e o Isae/FGV e estarão disponíveis no portal do programa a partir desta sexta-feira (8/4). As aulas presenciais começam no dia 9 de maio e serão ministradas pela Unicuritiba (Perfil Empreendedor), Universidade Positivo (Estratégia e Processos), Uninter (Marketing e Vendas) e Faculdades Fiep (Finanças). Para participar de cada módulo presencial será obrigatório assistir às videoaulas.  

Bom Negócio – Startup

O curso Bom Negócio – Startups terá uma carga horária de 88 horas e irá oferecer capacitações gratuitas à distância gravadas (EAD) e presenciais, treinamentos, mentorias, conexões e redes com foco no aprimoramento dos projetos inovadores.

“O Bom Negócio – Startups terá um conteúdo customizado para que o participante use a tecnologia como aliada do crescimento, adote gestões mais modernas e crie a cultura do compartilhamento de ideias”, antecipa Daniela Vitório Del Puente, coordenadora do Bom Negócio.

Os participantes do curso irão trabalhar, inclusive, no desenvolvimento de funcionalidades dos chamados Mínimo Produto Viável (MVP), a fase inicial de um produto (ou serviço) que solucione demandas do cotidiano de potenciais usuários e clientes.

O Bom Negócio – Startups terá 20 horas de aulas gravadas de EAD sobre Perfil Empreendedor, Estratégia e Processos, Marketing e Vendas e Finanças. As videoaulas também serão pré-requisitos para que os participantes do curso possam ingressar nas turmas presenciais de Estratégia e Processo (34 h), ministrada pela Universidade Positivo, e de Startups (34 h), que será dada por professores da Agência de Inovação da UFPR.

Bom Negócio – Tecnologia

O curso Bom Negócio – Tecnologia terá início em junho e irá capacitar gratuitamente os curitibanos a atuar em empresas de tecnologia, com 50 horas de aulas gravadas e remotas sobre linguagens de programação (HTML, CSS e JavaScript, por exemplo). O curso será oferecido em parceria com a escola de programação curitibana Kenzie Academy e ao final os participantes irão desenvolver um projeto de site que servirá como portfólio profissional.

Cris Alessi reforça que o Bom Negócio – Tecnologia poderá ser a porta de entrada para quem deseja iniciar a carreira na área, uma das mais promissoras do mercado atualmente. “Até 2030, a previsão é de que no Brasil faltem até 1 milhão de profissionais para o trabalho na área de tecnologia”, revela a presidente da Agência Curitiba.

NOTÍCIAS RELACIONADAS