156 Acesso àInformação

Programas em ação

Programas em ação

Conheça as 38 finalistas do Prêmio Empreendedora Curitibana 2021

O Prêmio Empreendedora Curitibana 2021 já tem suas 38 finalistas em cinco categorias: Micro e Pequena Empresa, Microempreendedora Individual (MEI), Ideia empreendedora, Empresa de Impacto Socioambiental e Startup. Um júri formado por representantes do ecossistema do Vale do Pinhão irá escolher as vencedoras e também o público pode votar em sua favorita, que receberá uma […]

compartilhe

O Prêmio Empreendedora Curitibana 2021 já tem suas 38 finalistas em cinco categorias: Micro e Pequena Empresa, Microempreendedora Individual (MEI), Ideia empreendedora, Empresa de Impacto Socioambiental e Startup. Um júri formado por representantes do ecossistema do Vale do Pinhão irá escolher as vencedoras e também o público pode votar em sua favorita, que receberá uma premiação especial.

A votação popular já está aberta do portal da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, responsável pela organização do Empreendedora Curitibana 2021.

Além de 29 empreendedoras de Curitiba, também disputam a premiação da Prefeitura quatro representantes de Pinhais, duas de Quatro Barras e uma de Rio Branco do Sul, uma de Almirante Tamandaré e uma São José dos Pinhais.

Em sua quarta edição, o Empreendedora Curitibana 2021 ultrapassou os limites da capital e agora também abrange iniciativas de empreendedoras de todos os 29 municípios da Região Metropolitana. A premiação reconhece as mulheres que investem em negócios próprios e busca inspirar o público feminino.

Cibia Clara Gimenez, gestora do prêmio, conta que desde o ano passado as empreendedoras de Curitiba e Região estão sendo preparadas para participarem do Empreendedora Curitibana 2021. “É um prêmio bianual e, antes da escolha das vencedoras, mulheres com negócios estão sendo capacitadas e também estimuladas a fazer conexões com o ecossistema do Vale do Pinhão, além de participarem da premiação”, explica ela.

Seletivas

As inscrições para o Empreendedora Curitibana 2021 começaram em maio deste ano e 319 mulheres acima de 16 anos passaram pelas seletivas, que ocorreram entre setembro e outubro. Agora, as 38 finalistas estão sendo entrevistadas pelo júri, que irá definir as vencedoras nas cinco categorias.

Já o público poderá votar em sua empreendedora favorita até o dia 7 de novembro (18h). A cerimônia de premiação vai ocorrer, de forma híbrida (presencial e transmissão pelo YouTube do Vale do Pinhão), no dia 11 de novembro no Memorial de Curitiba, com produção da Zoli Eventos.

As três primeiras colocadas das cinco categorias serão premiadas e reconhecidas durante a cerimônia de premiação.

O Prêmio Empreendedora Curitiba tem como patrocinadores Hipe, Panic Lobster, Positivo Tecnologia, Projetual e Copel.

Programa

Cerca de 3 mil mulheres foram capacitadas em evento presenciais pelo Empreendedora Curitibana, entre 2018 e 2020, com o objetivo de auxiliá-las no desenvolvimento dos seus negócios, através de palestras, workshops e mentoras especialistas abordaram temas como e-commerce, marketing digital, liderança, gestão, planejamento e finanças.

Confira as 38 finalistas e vote na sua favorita para definir as campeãs

Micro e Pequena Empresa

  • Paula Batista, da Ademicon (@paulabatistaoficial) – A empreendedora da capital é especialista na área financeira e empresária da rede de franquias Ademicon.
  • Camile de Araújo Just, da Como ser Assistente Virtual (@comoserassistentevirtual) – Empresa curitibana de educação prepara mulheres para empreenderem como Assistentes Virtuais e as conecta com clientes.
  • Deborah da Silva, da Deborah Bee Estética Humanizada (@esteticahumanizada_cwb) – A empreendedora da capital abriu a Deborah Bee – Estética humanizada.
  • Jaqueline Borges, da Fitness and Beach (@jaquezinha_borges) – A empreendedora de Curitiba fundou a Jaqueline Borges Fitness and Beach, loja de moda fitness e moda praia.
  • Lorena Nogaroli, da Central Press (@lorenanogaroli) – A jornalista fundou a Central Press, agência de reputação com 23 anos de história em Curitiba.
  • Mariana Vilela Angeli, da Gestão Consultoria Empresarial (@agenciadegestao) – A curitibana oferece uma consultoria que ajuda pequenas e médias empresas a otimizar custos por meio de uma metodologia própria.
  • Patricia Baudy, da Confidence Semijoias (@confidencesemijoias) – Patrícia abriu em Curitiba a Confidence Semijoias, semijoias em consignação objetivando o empoderamento feminino.
  • Sirley Machado Maciel , da Intrepeds (@sirleymachadomaciel)  – A empreendedora de Pinhais abriu a Intrepeds – Instituto de Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento do Ser para o empoderamento feminino, por meio de uma oratória assertiva.
  • Tatiana de Moura, da Cavi Consultoria Acessibilidade (@thatiana.moura) – A empreendedora de Curitiba fundou a Cavi Acessibilidade, por um ambiente sem barreiras.
  • Vonett Faryniuk, da Denfa (@v0n3tt) – A empreendedora de Pinhais fundou a Denfa, que importa vaso sanitário inteligente com mais de 30 funções.

MEI

  • Airiela Leiria, da By Airiela (@byairiela) – A empreendedora de Rio Branco do Sul é fotógrafa de ensaios femininos para resgatar a autoestima feminina através da fotografia. Hoje, já são mais de 800 histórias registradas. 
  • Cris Jacomél, da Joga Moda na Roda (@jogamodanaroda) – Cris é fundadora em Curitiba da Joga Moda Na Roda, consultoria que ajuda mulheres a se conhecerem mais e a melhorarem a relação delas com o corpo.
  • Fernanda Milani Voigt , da Fernanda Milani Assessoria Financeira – A empreendedora de Pinhais trabalha com facilitação e planejamento de finanças pessoais e também com assessoria financeira para micro e pequenos negócios.
  • Larissa Maia, da Madala Gourmet (@madalagourmet) – A empreendedora da capital fundou a “deliceria” que oferece comida com afeto.
  • Larissa Mello, da Mell Marketing (@mellmarketing) – A empreendedora da capital abriu a Mell Marketing, com a missão de ajudar pequenos empreendedores a divulgarem seus produtos/serviços com qualidade e um preço acessível.
  • Luciana Carre Rabassa, da Pimenta Cayenna (@pimentacayenna) – A curitibana fundou a Pimenta Cayenna, empresa multimarcas especializada em lingerie delivery, proporcionando comodidade, privacidade e descrição.
  • Luciana Ivanike Martins Isolani, da Piec Pães Artesanais (@pimentacayenna) – Luciana abriu na capital a Piec Pães Artesanais, que produz pães de fermentação natural de forma artesanal e entrega em toda Curitiba.
  • Monique Marques, da Vittasalu (@vittasalu) – A curitibana fundou a Vittasalu, empresa que fabrica alimentos congelados com pancs (plantas alimentícias não convencionais) e produzidos de forma sustentável.
  • Roseni Oliveira Dallago, da Overcomer (@overcomerstore) – Roseni criou na capital a Overcomer, de personalização de tênis, meias e chinelos.
  • Silvia Valim, da Jornalistando Comunicação (@Jornalistasilviavalim) – Silvia abriu em Curitiba a Jornalistando Comunicação, com soluções completas e facilitadas para serviços em comunicação.

Ideia empreendedora

  • Aline Sousa, da Deixa Brilhar (@aaline.sousa) – A empreendedora de Pinhais fundou a plataforma Deixa Brilhar, que prepara projetos liderados por mulheres para que estejam aptos a receber investimentos e, ainda, conecta empreendedoras e investidoras anjos.
  • Eliane Pinto da Silva, da Projeto Retrovisor (@elianesilva0373) – Eliane criou em Curitiba o Projeto Retrovisor, que apoia, ampara e capacita mulheres enlutadas com a perda por suicídio.
  • Francielle Karine Dias Rocha (@francielle.karine)  – A curitibana Francielle é a idealizadora de um aplicativo que conecta prestadores de serviços com seus clientes, reconhecendo e agradecendo pela indicação, através de comissão.
  • Juliana da Luz Oliveira, da Movimento de Luz (@julianaluz1) – Juliana é de Quatro Barras e fundou o Movimento de Luz, iniciativa social de qualificação pessoal cuja proposta é ensinar as pessoas a utilizar o que elas tem diante do que a vida apresenta.
  • Virgínia Gandolfi Siqueira Neta, da Planner Fibro (@ninagandolfi) – Empreendedora de Almirante Tamandaré criou o Planner Fibro, ferramenta de planejamento para as pessoas com fibromialgia se organizarem nos seus controles de hábitos, alimentação e medicamentos para melhorar o tratamento médico.
  • Vitoria dos Santos Turquenitch, da Empreendedoras Vitoriosas (@pictures_of_curitiba_oficial) – Vitória criou em Curitiba um projeto social voltado ao incentivo do empreendedorismo feminino, para mulheres em situação de vulnerabilidade social.
  • Vivian Caroline Koerbel Dombrowski, da Conecte Verde (@vividombrowski e @teinclui) – Empreendedora de São José dos Pinhais criou o Conecte Verde, plataforma que aproxima o agricultor familiar/comunitário de hortifrutis com o consumidor de alimentos orgânicos, com entregas próximas, através de uma plataforma única.

Empresa de Impacto Socioambiental

  • Bárbara Di Fuccio Lages, da Beleza Simples Assim (@bilusimplesassim e @belezasimplesassim) – Bárbara é de Curitiba, publicitária e idealizadora da Beleza Simples Assim, uma plataforma que reúne marcas de beleza e bem estar limpas e sustentáveis, feitas por mulheres que estão repensando a beleza e o futuro.
  • Clarice Milano, da Projeto Sustentarte (@mclaricemilano) – empreendedora de Quatro Barras é a idealizadora do Projeto Sustentarte, que busca capacitar, através do trabalho artesanal e artístico, para contribuir com o aprimoramento pessoal e oferecer geração de renda para as famílias envolvidas.
  • Elisa Serra Negra Vieira, da Sui Generis Camisaria Feminina (@elisaserranegra) – Na capital, Elisa criou a Sui Generis Camisaria Feminina, marca de camisas e blusas femininas que apoia o autismo, através da comercialização de peças com artes realizadas por crianças e adolescentes autistas.
  • Flavia Feliz, da We.Flow (@felizflavia) – Flavia Feliz fundou em Curitiba a We.Flow, que oferece consultoria e treinamento sobre sustentabilidade e liderança consciente, com um modelo de subsídio cruzado em que esses serviços são oferecidos gratuitamente para empreendedores sociais e líderes comunitários.
  • Gisele Lasserre, da Tech Girls (@giselelasserre) – A fundadora Tech Girls é de Curitiba e busca democratizar o ensino de tecnologia (software e hardware) entre mulheres de baixa renda e recupera lixo-eletrônico virando ferramenta de trabalho destas alunas.
  • Larissa Hack, da Batom Empreendedorismo e Pertencimento (@grupobatom) – Larissa fundou em Curitiba a Batom, startup que destaca movimentos de empreendedorismo feminino no Brasil, viabilizando os trabalhos das redes de apoio e levando o empreendedorismo como porta para a independência financeira de mulheres vítimas de violência doméstica.
  • Paloma Grubba, da e-Delas (@paloma.grubba) – Paloma fundou na capital a Delas, uma empresa de educação, capacitação, suporte e direcionamento empreendedor para o público feminino, com o objetivo de apresentar meios para que atinjam a independência financeira.

Startup

  • Danielle Santos Franco, da Acensia Acessibilidade (@acensiaacessibilidade) – A curitibana Danielle é a idealizadora da Acensia Acessibilidade, produtora de soluções em acessibilidade de serviços em tecnologia assistiva e audiovisual para pessoas com deficiência visual e auditiva/surda.
  • Gabriella Garibaldi Garcia, da Bnyou (@gabigarciaa) – A empreendedora de Curitiba criou a Bnyou, marketplace de beleza e bem-estar com a missão de representar os profissionais dessa área e transformar suas vidas.
  • Gislaine Queiroz, da Única Entrega (@gisqueiroz) – Gislaine vive em Curitiba e é sócia da Única Entrega, empresa formada 100% por mulheres, com foco na realização de entregas Premium no last mile, com o propósito agregar valor ao produto com a experiência de uma entrega Única.
  • Renata Silva Donato Rangel, da Pongo Education (@rreducadora) – Renata fundou em Curitiba a Pongo Education, uma startup de educação que acredita e trabalha para que crianças e famílias construam juntos um mundo melhor. Auxilia as famílias a participarem ativamente na aprendizagem de seus filhos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS