156 Acesso àInformação

Programas em ação

Programas em ação

Ecossistema de inovação ganha Comitê de Governança

O Comitê de Governança do Ecossistema de Inovação de Curitiba e Região Metropolitana foi criado, nesta terça-feira (15/12), durante evento on-line organizado pelo Conselho Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia em parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná (Sebrae/PR) e Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação. A reunião lançou o Comitê […]

compartilhe

O Comitê de Governança do Ecossistema de Inovação de Curitiba e Região Metropolitana foi criado, nesta terça-feira (15/12), durante evento on-line organizado pelo Conselho Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia em parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Paraná (Sebrae/PR) e Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

A reunião lançou o Comitê após diversas etapas preparatórias, em que foram abertas as inscrições para os interessados em integrar o órgão consultivo. Já houve inscrições de 94 pessoas, representantes de instituições, universidades, empresas, startups, investidores, setor público, entre diversos agentes atuantes no Vale do Pinhão, o movimento do ecossistema local. As inscrições permanecem abertas no link.

“Essa é a consolidação de um sonho coletivo. Uma união de pessoas que lutam todos os dias pela inovação e pelo desenvolvimento sustentável. Um passo enorme, num ano tão difícil, mas que nos dá esperança que esse trabalho vale a pena”, disse Cris Alessi, presidente do Conselho Municipal de Inovação e da Agência Curitiba.

O diretor de operações do Sebrae/PR, Julio Agostini, garantiu que a iniciativa trará bons resultados. “Vamos trabalhar de corpo e alma nesse projeto. Nossa integração é forte, por isso esse Comitê tem uma grande representatividade, com as principais instituições e agentes que estão atuando na inovação na nossa região”, avaliou

Ariel Patschiki, sócio e diretor de produtos do EBANX, disse que o Comitê vai elevar o patamar do ecossistema. “Temos muitas coisas importantes acontecendo e, acima de tudo, temos uma grande cidade, que favorece essa evolução”, disse

O investidor Leo Jianoti destacou o crescimento do ecossistema de Curitiba. “O país hoje tem outros olhos para nosso ecossistema”, observou.

Marcia Cavalcante, presidente da Curitiba Angels, disse que a formação do Comitê é uma das grandes ações do ecossistema. “Vamos fortalecer nossas startups, promover a inovação, a ciência e a tecnologia, principalmente entre os mais jovens, mas sempre destacando a importância da humanização no setor”, previu.

O professor Cleverson Cunha, coordenador de Empreendedorismo e Incubação da Agência de Inovação na Universidade Federal do Paraná (UFPR), falou da importância da pesquisa e da academia no ecossistema. “A universidade é um gigante que quer ser parceiro nesse movimento”, reforçou.

Grupos de trabalho

O Comitê é multidisciplinar e inicialmente terá quatro grupos de trabalho: Governança, Agenda de Eventos, Jornada de Apoio à Inovação e Monitoramento de Indicadores.

O grupo de Governança será responsável pelos processos de gestão, regulamento, documentação, acompanhamento, articulação e garantia de que as demandas e necessidades do ecossistema de inovação sejam atendidas.

O grupo Agenda de Eventos vai mapear, integrar e comunicar os eventos do ecossistema de inovação, fazendo o máximo para assegurar que eventos grandes ou de uma mesma temática não se sobreponham.

O grupo Jornada de Apoio à Inovação será responsável por identificar, mapear e organizar os atores dentro da trilha de inovação.

O grupo Monitoramento de Indicadores vai estudar, mapear, monitorar indicadores de vários estudos nacionais e internacionais, integrando-os, identificando os indicadores onde o ecossistema é forte, quais as potencialidades e onde é preciso melhorar.

“Novos grupos de trabalho poderão ser formados à medida que o Comitê perceba a necessidade de aprofundamento em outros temas”, acrescentou Welinton Perdomo, coordenador de Inovação do Sebrae/PR e membro do Conselho Municipal de Inovação.

A próxima reunião de trabalho do Comitê será no dia 4 de fevereiro, para proposição de agenda produtiva anual, visando o fortalecimento da rede e à estruturação da governança. O Vale do Pinhão (www.valedopinhao.com.br) será o portal oficial como espaço de interação do ecossistema.

NOTÍCIAS RELACIONADAS