156 Acesso àInformação

Startups

Startups

Integrante do Tecnoparque, MadeiraMadeira é o segundo unicórnio de Curitiba

A startup curitibana MadeiraMadeira acaba de entrar para o seleto grupo dos “unicórnios” brasileiros, denominação dada às empresas de tecnologia avaliadas em US$ 1 bilhão. É a segunda startup da capital a conquistar o título de unicórnio, já alcançado no ano passado pelo Ebanx. Maior plataforma de produtos para casa da América Latina, a MadeiraMadeira […]

compartilhe
Prefeito Rafael Greca se encontra com os fundadores da MadeiraMadeira, o segundo unicórnio de Curitiba. Curitiba. 07/01/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

A startup curitibana MadeiraMadeira acaba de entrar para o seleto grupo dos “unicórnios” brasileiros, denominação dada às empresas de tecnologia avaliadas em US$ 1 bilhão. É a segunda startup da capital a conquistar o título de unicórnio, já alcançado no ano passado pelo Ebanx.

Maior plataforma de produtos para casa da América Latina, a MadeiraMadeira integra desde 2019 o Tecnoparque, programa de Curitiba que oferece redução de 5% para 2% do Imposto Sobre Serviços (ISS) a empresas de base tecnológica que investem em inovação e geração de empregos.

“A MadeiraMadeira é o primeiro unicórnio do Tecnoparque e o segundo do Vale do Pinhão e da Região Sul, uma amostra do amadurecimento do ecossistema de Curitiba”, destacou o prefeito Rafael Greca, nesta quinta-feira (7/1), durante encontro com os fundadores da startup, Daniel Scandian, Marcelo Scandian e Robson Privado. 

Greca afirmou ainda que a MadeiraMadeira é uma inspiração para a retomada econômica de Curitiba. “Vocês são um símbolo da força das empresas que geram tecnologia, eficiência, inovação e empregos”, justificou ele.

Mais empregos

O feito da MadeiraMadeira acontece após o aporte de US$ 190 milhões na startup da capital pelo SoftBank Latin America Fund e Dynamo. A empresa curitibana conta, atualmente, com cerca de 1.300 funcionários e, até o fim de 2021, pretende contratar mais 1.400 colaboradores, metade para a sede em Curitiba, sendo em sua maioria focados em tecnologia, logística e desenvolvimento de produtos.

Fundada em 2009, a MadeiraMadeira sempre concentrou suas vendas no e-commerce desde o seu início. No ano passado, no entanto, a startup expandiu seu negócio com lojas físicas no formato de “guideshops” (espaços físicos onde o consumidor pode testar os produtos, comprar e, posteriormente, receber em casa), com duas unidades em Curitiba (Centro e Novo Mundo).

Daniel Scandian, cofundador e CEO da MadeiraMadeira, explicou que os novos recursos serão aplicados na expansão da presença on-line e da logística própria, para oferecer uma experiência única para os clientes. “Nosso objetivo sempre foi oferecer produtos para os nossos clientes com os menores preços e com a mais alta qualidade, e nosso foco em tecnologia e em eficiência logística nos permitiu atingir esses objetivos e crescer exponencialmente”, afirmou ele.

Tecnoparque

Marcelo Scandian, cofundador e CFO (Chief Financial Officer) da MadeiraMadeira, agradeceu ao apoio da Prefeitura à startup através do Tecnoparque. “Para nós é muito importante, pois vem contribuindo para o crescimento sustentável da empresa”, justificou. 

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, órgão responsável pela gestão do Tecnoparque, também participou do encontro com os executivos do mais novo unicórnio da capital.  “A MadeiraMadeira é símbolo da vitória do trabalho e da criatividade”, justificou ela.

Cris lembrou ainda que o Tecnoparque foi relançado pelo prefeito Rafael Greca em 2018 e, atualmente, beneficia 112 empresas de tecnologia com redução de ISS, gerando 12,9 mil empregos e faturam R$ 4,98 bilhões. “O programa é uma importante ferramenta de política pública do município para impulsionar o crescimento das empresas, do mercado e do giro da economia”, acrescentou.

Entre 2018 e 2020, o Tecnoparque garantiu R$ 124,1 milhões em investimentos para as empresas beneficiadas. O valor é referente à desoneração oferecida pelo município. Além da MadeiraMadeira também integram o programa empresas curitibanas como Positivo, Pelissari, Seccional, Olist, Contabilizei, Hi Technologies, Checkmob, Juno, Bcredi e James Delivery.

Marlon Cardoso, gestor do Tecnoparque, também participou do encontro com os fundadores da MadeiraMadeira.

NOTÍCIAS RELACIONADAS