156 Acesso àInformação

Parceiros

Parceiros

Para enfrentar a crise, setor de turismo se reinventa em plataformas digitais

Nesta sexta-feira (8/5), é comemorado o Dia Nacional do Turismo, e em meio a pandemia do novo coronavírus, o setor vai se reinventando e ao mesmo tempo se preparando para a retomada.  Assim como Curitiba, várias cidades do país incentivam turistas a postergar o sonho daquela viagem especial. Seguindo a tendência dos novos tempos, atividades […]

compartilhe
Feira do Largo da Ordem ganha vitrine virtual para artesãos durante a pandemia.

Nesta sexta-feira (8/5), é comemorado o Dia Nacional do Turismo, e em meio a pandemia do novo coronavírus, o setor vai se reinventando e ao mesmo tempo se preparando para a retomada. 

Assim como Curitiba, várias cidades do país incentivam turistas a postergar o sonho daquela viagem especial. Seguindo a tendência dos novos tempos, atividades turísticas também estão migrando para as plataformas digitais, que oferecem visitas virtuais a diversos atrativos ao redor do mundo. 

A Feirinha do Largo da Ordem, um dos principais atrativos turísticos da cidade, também está on-line e já conta com mais de 200 mil visualizações. O setor busca alternativas para garantir a sobrevivência de negócios e empregos e que também estimulem a procura pelos diversos atrativos no futuro.

“Estamos reaprendendo e criando novas formas para manter o setor do turismo vivo em nossa cidade. É um grande desafio a manutenção de negócios e postos de trabalho, por isso reforçamos a campanha de não cancelar e sim adiar aquele plano de viagem tão sonhado”, diz Tatiana Turra, presidente do Instituto Municipal de Turismo. 

A tentativa de convencer o visitante a adiar planos conta ainda com ações desenvolvidas por entidades como a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) e a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa). 

Aniversário

Neste domingo, (10/5) o Instituto Municipal de Turismo completa 15 anos de atuação. Foi criado em 2005, pela Lei nº 11408, com a finalidade de atender exclusivamente o setor, em razão da importância econômica, social e cultural que a atividade representa no município. 

Em 2017, o Palacete Wolf se tornou sede do Instituto Municipal de Turismo. O órgão municipal de turismo é responsável pela atividade em Curitiba, pelas feiras de arte e artesanato, pelos Postos de Informações Turísticas e pela gestão do atrativo Torre Panorâmica.

“Nessa gestão vimos o crescimento de mais de 100% de visitantes de lazer, abrimos as lojas #CuritibaSuaLinda, criamos os Liceus de Ofícios Criativos e comemoramos o Natal em grande estilo. Em 2019 foram mais de 160 espetáculos e 100 mil turistas. Temos ainda muito o que fazer, mas também muito o que comemorar”, conclui Tatiana Turra.

15 anos em números

Torre Panorâmica: 1.758.183 pagantes
Linha Turismo: 7.841.490 embarques
Demanda Turistica: crescimento de 148% de 2005 a 2018

NOTÍCIAS RELACIONADAS