156 Acesso àInformação

Startups

Startups

Premiação do Pitch Live 2021 sobe para R$ 50 mil

As inscrições para a terceira edição do Pitch Live Vale do Pinhão vão até quinta-feira (30/9) e a competição de startups tem uma novidade: o prêmio para a empresa vencedora subiu de R$ 30 mil para R$ 50 mil. “É um incentivo a mais para as startups de todo o Brasil participarem, mas a grande […]

compartilhe

As inscrições para a terceira edição do Pitch Live Vale do Pinhão vão até quinta-feira (30/9) e a competição de startups tem uma novidade: o prêmio para a empresa vencedora subiu de R$ 30 mil para R$ 50 mil. “É um incentivo a mais para as startups de todo o Brasil participarem, mas a grande contribuição do evento é o crescimento dos participantes, já que todos saem ganhando com a experiência e o aprendizado proporcionado”, salienta Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

O 3º Pitch Live é uma parceria da Agência Curitiba e Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). O vencedor será conhecido no dia 20 de outubro, durante o Congresso da ABES 2021, em Curitiba.

O 31º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental (Congresso da ABES 2021) ocorre de 17 a 20 de outubro, em formato híbrido: de forma presencial, no Expo Unimed, em Curitiba, e também on-line, em plataforma digital exclusiva e interativa.

Áreas

Lançado em 2020 para dar visibilidade e atrair investidores para produtos e serviços inovadores durante a pandemia, o evento é aberto para startups de todo o Brasil.

“A competição une disputa e aprendizado, com foco em oportunidades de desenvolvimento de produtos e serviços inovadores, bem como troca de informação com outras startups e o aprendizado com empreendedores que têm anos de mercado”, reforça Cris. 

A competição é dividida em quatro etapas e em duas delas estão previstos pitchs (apresentações rápidas) on-line e presencial, quando as startups vão “se vender” para jurados convidados, entre patrocinadores e nomes referências em inovação no Vale do Pinhão.

Poderão participar startups que oferecem soluções em áreas como Cidades Inteligentes (Iluminação Pública, Mobilidade e Transporte Público, Segurança e Gestão Urbana e Agricultura Urbana), Meio Ambiente (Manejo Consciente e Produção Vegetal Sustentável, Manejo Consciente e Produção Animal Sustentável, Iniciatiavas de Economia Circular e Educação Ambiental), Sustentabilidade (Construção Civil Sustentável, Geração e Uso de Novas Energias Limpas, Alimentos e Nutrição Saudáveis e Exploração Consciente e Preservação de Recursos Naturais) e Saneamento (Sistema de Abastecimento, Tratamento de Efluentes, Gestão de Consumo e Otimização de Reservatórios).

Empresas de outros segmentos também podem se inscrever na competição do Vale do Pinhão.

Fases

Na primeira fase, as startups passam por uma seletiva e deverão se inscrever, até 30 de setembro, no link da competição on-line. A partir de informações detalhadas no formulário, como estágio do projeto, equipe, produto e mercado, técnicos, convidados e parceiros da Agência Curitiba farão uma curadoria para escolher as 24 empresas que irão para a próxima etapa do Pitch Live.

Na segunda fase começam os pitches das startups selecionadas, com apresentações de até 4 minutos. Serão dois grupos (Trips), divididos em 12 competidores, que farão apresentações on-line para os jurados nos dias 6 de outubro (Trip 1) e 7 de outubro (Trip 2), às 18h30.

Com transmissão ao vivo pelo YouTube do Vale do Pinhão, os competidores serão avaliados a partir de critérios como grau de maturidade da empresa (e equipe), novidade, diferenciação e utilidade da inovação tecnológica apresentada.

De cada Trip sairão seis startups classificadas, que seguirão para a final, denominada “Lançamento”, que ocorrerá no dia 18 de outubro.

Mentorias

A terceira fase é uma novidade no Pitch Live, quando mentores que se inscreverem no evento (com prazo final para eles até 6/10) irão compartilhar seus conhecimentos com as 12 equipes finalistas entre os dias 8 e 16 de outubro.

Durante o período de mentorias, os profissionais especializados irão ajudar a melhorar a operacionalização das startups, além de passar suas experiências sobre inovação tecnológica e P&DI e nas áreas das soluções tecnológicas oferecidas (Cidades Inteligentes, Meio Ambiente, Sustentabilidade e Saneamento).

A final da competição será no dia 18 de outubro, a partir das 19h, quando os 12 finalistas se enfrentarão presencialmente durante o 31º Congresso da ABES, que irá ocorrer no Expo Unimed, seguindo todas as recomendações sanitárias de combate da covid-19. A final também terá pitches de quatro minutos de cada finalista e os jurados terão mais três minutos para fazer perguntas.

O anúncio do vencedor será feito, no dia 20 de outubro, a partir das 18h, durante o encerramento do Congresso da ABES.

Premiações

Além da votação dos jurados, o público também poderá escolher sua startup favorita, que não precisará ser apenas entre as finalistas: todos os 24 selecionados inicialmente poderão receber o voto do público. A votação popular irá começar no dia 6 de outubro e seguirá até o horário de realização do último pitch da final.

Como premiação, a startup vencedora irá receber R$ 50 mil. Já a empresa mais bem votada pelo público irá ganhar R$ 10 mil, mesmo valor que será entregue para o mentor da startup vencedora entre os 12 finalistas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS