156 Acesso àInformação

Programas em ação

Programas em ação

Worktibas vão propor ações para ampliar rede de voluntários de ONGs

Empreendedores e startups dos Worktibas, os coworkings públicos da Prefeitura, aceitaram o desafio de propor ações para despertar o interesse, facilitar o ingresso e integrar mais pessoas e empresas a organizações da sociedade civil (OSCs) e organizações não-governamentais (ONGs). O projeto colaborativo #INCLUICWB mobiliza 28 startups. Devido à pandemia, as reuniões estão ocorrendo por videoconferência […]

compartilhe

Empreendedores e startups dos Worktibas, os coworkings públicos da Prefeitura, aceitaram o desafio de propor ações para despertar o interesse, facilitar o ingresso e integrar mais pessoas e empresas a organizações da sociedade civil (OSCs) e organizações não-governamentais (ONGs). O projeto colaborativo #INCLUICWB mobiliza 28 startups. Devido à pandemia, as reuniões estão ocorrendo por videoconferência e as propostas devem ser apresentadas até junho deste ano.

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, salienta que, mais do que uma contrapartida por estarem nos coworkings públicos da Prefeitura, o trabalho que está sendo realizado mostra um comprometimento dos empreendedores com o desenvolvimento de ações voltadas para a população de Curitiba, dentro do conceito do Vale do Pinhão.

“Entidades do terceiro setor têm papel importante na busca e implantação de soluções para mitigar as desigualdades sociais. Para melhorar a inclusão de todos os curitibanos em ações da sociedade civil, tornando-os parte deste esforço, o projeto #INCLUICWB quer contribuir para melhorar a vida de cidadãos atendidas por OSCs e ONGs”, afirma Cris. 

Devido à pandemia, as reuniões do #INCLUICWB estão ocorrendo por videoconferência

Cíbia Clara Gimenez, coordenadora dos Worktibas e do projeto colaborativo, conta que as propostas dos empreendedores vão ser baseadas nos pilares do Vale do Pinhão, movimento da Prefeitura e ecossistema de inovação para desenvolver uma cidade inteligente com crescimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população.

“Alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, o Vale do Pinhão pensa a cidade como um organismo vivo e o #INCLUICWB vai propor ações para ajudar OSCs e ONGs que atuam com segurança alimentar, educação inclusiva e economia sustentável”, reforça ela.

De acordo com Hamilton Bonat, cofundador da startup Snooter, que desde o ano passado está no Worktiba Barigui, todos os participantes do projeto estão empolgados em buscar soluções para despertar e integrar mais pessoas aos trabalhos das OSCs e ONGs.

“Queremos inspirar as pessoas a desenvolverem suas vocações para provocar a mudança em prol de uma Curitiba ainda mais inclusiva”, justifica o empreendedor, que com dois outros sócios criou uma plataforma de agendamentos de consultas veterinárias.

O Worktiba Barigui, inaugurado em 2017, é um dos três coworkings públicos da Prefeitura. 22/03/2017. Foto: Pedro Ribas/SMCS

O projeto #INCLUICWB também tem a participação Leila de Oliveira Duarte (Reputação Digital), Sandro Jorge Bier (Café do Escritor), Higino Mandaji (B2bhotel), Barbara Moriel (SizeUP), Ilane Teixeira da Costa (Pé na Jaca), Wilson Antônio Luz Junior (Vandwalls), Douglas Pereira Gomes (CV Healthcare), Juliana Beatriz Venâncio (#AP605Convida), Matheus Benato Sanches Coso (Bloco Base), Alana Machado (Autoimagem Feminina), Thales Candido Gonçalves (Unboxcoffee), Guilherme Gaspari (Fresh Pão), Amaury Dudcoschi Júnior (Lookforme), Amanda Lisboa (GreenGo Tours), Patricia Dayana Galbo (Verdelaranja – Hortas Urbanas e Design), Mariana Ribeiro Martins de Barros (Cidade SA), Ana Caroline Pscheidt (Imagimaker), Luiza Adena Engers (Arbi-ON), Hélcio Oliveira Rezende (Muda Eletrônica), Guilherme de Paula Gondim Pinheiro (Mosaico), Jenifer Raffo da Silva (Movscool), Augusto Soares Rubiale (MATO Marketing Para Todos), Rodrigo Guerreiro Vidal e Carlos Henrique Alves Okazaki (Cleean), Carlos Guilherme Tulio (Snooter), Henrique Sergio Gutierrez da Costa (scanner biométrico antifraude com tecnologia OCT), Maxon Prestes (BJJ Progress), Larissa Hack (Batom) e Daniel Isfer Zardo (ABIS Educação Transformadora).

Pionerismo

Inaugurados pelo prefeito Rafael Greca, a partir de 2017, os Worktibas são pioneiros no país e as três unidades oferecem espaços e serviços gratuitos no Parque Barigui, Cine Passeio (Centro) e Boqueirão. Os locais, vinculados à Agência Curitiba, contam com estações ergonômicas de trabalho, computadores, internet, área para palestras, projetores, mesas de reunião e apoio técnico para o desenvolvimento do projeto e negócios.

Como contrapartida ao ingresso nos Worktibas, empreendedores e startups precisam participar da elaboração de um projeto colaborativo de impacto social para Curitiba.

“Dar suporte a empreendedores e empresas em estágio inicial é a missão dos Worktibas, que são espaços de conexão e desenvolvimento de produtos e serviços”, observa Cris Alessi.

Estão abertas as inscrições para ocupar os Worktibas em 2021. São 110 vagas e o edital pode ser acessado até a próxima terça-feira (23/3) no link.

O projeto colaborativo #INCLUICWB busca soluções que:

  • Facilitem os primeiros passos das ONGs para que se tornem sustentáveis operacionalmente.
  • Auxilie as pessoas a escolherem quem ajudar.
  • Contribua para que as OSCs possam acompanhar os indicadores de performance.
  • Demonstrem para as comunidades os indicadores e o impacto de uma OSC e ONG.
  • Colabore no processo de gestão e governança das entidades.
  • Apoie e crie processo para que as ONGs consigam usufruir de políticas que sejam benéficas para os cidadãos.
  • Ajude as OSCs a encontrar fontes de recursos de pequeno, médio e longo prazo.
  • Promova e capacite mais voluntários especializados para as ONGs.
  • Desperte mais o interesse das empresas privadas em projetos feitos por ONGs.
  • Auxilie mais ONGs a participarem de editais.
  • Abrevie e crie métodos mais enxutos de resolução de problemas.

NOTÍCIAS RELACIONADAS